Avizorex Pharma, Geoblink, Waynabox, BioNostrum Pest Control e Proton, vencedores dos Prémios EmpreendedorXXI

16/11/2016

Avizorex Pharma, Geoblink, Waynabox, BioNostrum Pest Control e Proton ganharam os Prémios EmpreendedorXXI, uma iniciativa impulsionada por ”la Caixa”, através da Caixa Capital Risc, e co-outorgada pelo Ministério da Economia, Indústria e Competitividade, através da Enisa.

Os Prémios EmpreendedorXXI, que este ano alcançaram a sua décima edição, consolidaram-se como o prémio de referência para as startups da Espanha. Esta iniciativa para impulsionar os melhores projetos de empreendimento do país, tem o objetivo de identificar, reconhecer e acompanhar as empresas com maior potencial de crescimento em Espanha.

O ato de entrega foi celebrado hoje no CaixaForum Barcelona, foi presidido por Jaume Giró, diretor geral da Fundação Bancária ”la Caixa”; Marcelino Armenter, diretor geral da CriteriaCaixa; Juan Antonio Alcaraz, diretor geral da CaixaBank e Bruno Fernández, conselheiro delegado da Enisa.

Neste edição, apresentaram-se um total de 545 empresas. Os prémios distinguiram as melhores empresas nas categorias de Ciências da Vida, Tecnologias da Informação, Negócios Digitais, Agroalimentar e Tecnologias Industriais.

 

Cinco prémios setoriais

A empresa Avizorex Pharma (Comunidade Valenciana), que desenvolve novos fármacos para a síndrome do “olho seco”, uma enfermidade muito frequente entre a população, obteve o prémio na categoria de Ciências da Vida, onde chegaram como finalistas a Enzymlogic e a Transplant Biomedicals.

Por sua vez, a Geoblink (Madrid), que criou uma solução de inteligência empresarial dirigida a empresas para as ajudar a entender e otimizar o desenho da sua rede física de estabelecimentos e decidir onde abrir novos pontos e como melhorar a sua estratégia de geomarketing, arrebatou o prémio na categoria de Tecnologias da Informação. Os projetos finalistas nesta categoria foram da Kompyte e da Signaturit Solutions.

No setor de Negócios Digitais, a premiada foi a Waynabox (Comunidade Valenciana), que oferece uma nova forma de viajar para os jovens. Por 150 euros, o cliente pode viajar um fim-de-semana para um destino surpresa. Os projetos finalistas foram da AIS Channel e da Lowpost.

A empresa com maior potencial de crescimento no setor Agroalimentar foi a BioNostrum Pest Control (Comunidade Valenciana), uma spin off da Universidade de Alicante dedicada ao controlo biológico de pragas. As finalistas foram a Agricolum e a Sabiotec.

Proton (Proton New Energy Future) (Catalunha), que desenvolveu a primeira placa fotovoltaica de base biotecnológica, que consegue um rendimento superior a 60% em dias nublados, obteve o prémio na categoria de Tecnologias Industriais. Nesta categoria eram finalistas a AEInnova e a Mobile Lean.

Os vencedores de cada setor obtiveram uma dotação económica de 25.000 euros e o acesso gratuito durante 6 meses aos Peer-to-Peer Advisory Board, reuniões mensais dirigidas por um coach com o objetivo de acompanhar os CEO na definição da estratégia de crescimento da sua empresa.

Para além disso, têm acesso a um programa de acompanhamento avaliado em 25.000 euros, com atividades adaptadas ás necessidades e etapas de desenvolvimento e acesso preferencial ao financiamento da Caixa Capital Risc e da Enisa. De igual modo, os três finalistas de cada setor também contam com acesso gratuito ao programa de acompanhamento.

 

Reconhecimento à trajetória de sucesso dos últimos anos

Como novidade, este ano a BMAT e a Sanifit receberam o prémio pela sua trajetória empresarial de sucesso entre os vencedores das edições anteriores. A BMAT, vencedora na Catalunha dos Prémios EmpreendedorXXI em 2009, presta serviços de monitorização musical de rádio e televisão para que as entidades de gestão de direitos autorais musicais possam distribuir os royalties recebidos entre os seus legítimos autores. Por sua parte, a Sanifit, vencedora nas Baleares dos Prémios EmpreendedorXXI em 2009, dedica-se à investigação de um fármaco experimental para o tratamento de doenças cardiovasculares em pacientes com doenças renais em fase avançada e também desenvolve outros fármacos para doenças renais ou processos relacionados com a calcificação.

Nesta edição, foram entregues dois Prémios especiais (Accesits): um para a melhor inovação tecnológica e outro para o projeto com maior impacto social. Por um lado, a Fundação Bancária ”la Caixa” outorgou o prémio especial à empresa com maior impacto social, dotado com 25.000 euros, a Discubre (Baleares), que ajuda pessoas, famílias e coletividades com necessidades de produtos e serviços vinculados à incapacidade ou diversidade funcional a encontrar soluções num só espaço.

Por sua vez, a Enzymlogic (Madrid) obteve o prémio especial para a inovação concedido pela embaixada de Israel em Espanha. Este prémio está dotado com um programa de formação de uma semana em Israel organizado pelo Centro Académico Tel Aviv-Yaffo, em colaboração com o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Israel. A Enzymlogic é uma empresa biotecnológica que atende à urgente necessidade do setor farmacêutico e biotecnológico de dispor de ferramentas capazes de identificar fármacos que realmente satisfaçam as necessidades do mercado.

Desde a sua criação, em 2007, foram investidos 4,3 milhões de euros em prémios e ações de acompanhamento, dos quais se beneficiaram 289 empresas. Um total de 5.210 empresas de nova criação já participaram dos Prémios EmpreendedorXXI.

Partners Grupo CaixaBank
Imagin Banca Privada MicroBank VidaCaixa AgroBank CaixaBank Negocios CaixaBank Séniors Payments and Consumer CaixaBank Empresas CaixaBank Empresas CaixaBank TECH
Organizadores territoriales / Colaboradores

Prémios EmpreendeXXI | Caixa Emprendedor XXI